PORTEIRINHA CONQUISTA SELO UNICEF EDIÇÃO 2013-2016

1 de dezembro de 2016 0
PORTEIRINHA CONQUISTA SELO UNICEF EDIÇÃO 2013-2016

Porteirinha foi certificada esta semana com o Selo Unicef Município Aprovado -Edição 2013-2016. O selo é um importante reconhecimento internacional aos municípios que mais avançaram na direção da redução das desigualdades sociais e garantia dos direitos dos nossos meninos e meninas. Dos 1.134 municípios inscritos em todo o Brasil, 658 seguiram na iniciativa até 2016. Porteirinha ficou entre os 308 certificados. Em Minas Gerais, apenas 16 cidades conquistaram a certificação.

De acordo com a Unicef, o objetivo do “Selo UNICEF Município Aprovado” é “contribuir para o fortalecimento da gestão municipal no cumprimento do seu papel constitucional, alcançando resultados por meio de políticas públicas efetivas para promover a proteção integral da população de até 17 anos”.

Os municípios aprovados participaram dos diversos momentos de formação, articulação e mobilização propostos pelo Selo e cumpriram todas as etapas necessárias da iniciativa, comprovando avanços na redução das desigualdades sociais e na garantia dos direitos das crianças, adolescentes e jovens.

Conforme a Unicef, em comum, estes municípios incluíram a infância e adolescência entre as prioridades das políticas públicas municipais e entenderam a importância das ações integradas para se alcançar resultados. “Porque foi a partir de esforços conjuntos entre as áreas de saúde, educação, proteção e assistência das gestões municipais e estaduais e participação da sociedade civil, que estes municípios conseguiram realizar pelo menos 70% das ações estimuladas pelo Selo UNICEF”, explica.

Em Porteirinha, ações como a realização da Semana do Bebê, criação do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (NUCA), mapeamento para saber quem são e onde vivem as crianças que estão fora da escola para realizar o enfrentamento da exclusão escolar e ações conjuntas com o Conselho Tutelar, dentre outras, fizeram parte do processo para a conquista do Selo.

Mais informações no link: http://www.selounicef.org.br/semiarido/

Deixe seu comentário »